Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

17 de junho de 2024 Rio do Sul
  • ref_B_Unimed AV_Campanha_Laboratório_ETAPA_01_BANNER-GCD_970x250px

Foragido por estupro de vulnerável é preso em ação conjunta em Ibirama

A prisão foi uma ação conjunta entre a Polícia Civil e a Polícia Militar do município


Por Giulia Bibow Publicado 17/05/2024 às 16h17
Foragido por estupro de vulnerável é preso em ação conjunta em Ibirama
Foragido por estupro de vulnerável é preso em ação conjunta em Ibirama – Foto: PCSC de Ibirama

A Polícia Civil e a Polícia Militar de Ibirama prenderam um homem foragido por estupro de vulnerável na manhã desta sexta-feira, 17. O crime está previsto no artigo 217-A do Código Penal Brasileiro. 

As forças de segurança já monitoravam o homem, que evitava sair nas ruas devido ao mandado de prisão expedido contra ele. Ainda assim, nesta manhã, as equipes localizaram o foragido na casa onde ele estava morando.

VEJA TAMBÉM:

Logo após a prisão, as guarnições encaminharam o homem ao Presídio Regional de Rio do Sul. Por fim, o criminoso permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Operação “Guardiões da Infância” prende três condenados por estupro no Alto Vale

Durante a operação “Guardiões da Infância”, realizada em associação com o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (18/05), três condenados por estupro de vulnerável foram presos no Alto Vale. Além disso, os agentes detiveram 24 pessoas entre 14 e 16 de maio em Santa Catarina e no Paraná.

um-ursinho-de-pelucia-esta-sentado-no-chao-escuro-de-um-quarto-escuro_590200-825
Operação visa combate a pedofilia no Alto Vale – Foto: Freepik/Ilustração

A Polícia Federal cumpriu os mandados de prisão, baseados no artigo 217-A do Código Penal, em diversas cidades. Incluindo Arroio do Silva, Blumenau, Florianópolis, Joinville, José Boiteux, Rio do Sul, entre outras em Santa Catarina. No Paraná, as prisões ocorreram m Curitiba e Vitorino.

📲 Receba no WhatsApp notícias da região do Alto Vale

Portanto, na região de Rio do Sul, a Delegacia de Investigação Criminal (DIC) prendeu dois indivíduos em José Boiteux e um em Rio do Su. Com penas que variam de 8 anos a uma severa condenação de 82 anos e 8 meses. Essa para um indivíduo com 20 boletins de ocorrência por ameaça e estupros de vulneráveis.

Por fim, a operação envolveu cerca de 80 policiais civis da DEIC e de unidades policiais de Santa Catarina, com apoio da Polícia Civil do Paraná.

  • AmandaFM_PrimeiroLugar_BANNER_728x90

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixar o App na Google Play Baixar o App na App Store