Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

14 de junho de 2024 Rio do Sul
  • ref_B_Unimed AV_Campanha_Laboratório_ETAPA_01_BANNER-GCD_970x250px

Saúde realiza mutirão de cirurgias de câncer de próstata em SC

O mutirão de urologia tem como propósito minimizar a lista de espera por cirurgias de grande e média complexidade.


Por Gabriel Hardt Publicado 05/11/2023 às 14h42
Saúde realiza mutirão de cirurgias de câncer de próstata em SC
Foto: Divulgação – SES

O Centro de Pesquisa Oncológica (Cepon), ligado à Secretaria de Estado da Saúde (SES), está conduzindo um mutirão de urologia para pacientes com diagnóstico de câncer de próstata, com foco em cirurgias de alta complexidade. Desde março, a equipe realizou mais de 268 procedimentos visando reduzir o tempo de espera. Contudo a ação se destaca durante a campanha Novembro Azul, que promove a conscientização sobre a relevância do diagnóstico precoce e tratamento do câncer de próstata.

Os pacientes atendidos estão registrados no Sistema de Regulação Estadual (Sisreg). Além disso, a parceria entre a SES e a Fahece, instituição responsável pela gestão do Cepon, possibilitou a realização do mutirão.

Carmen Zanotto, Secretária de Estado da Saúde, ressalta: “Estamos no mês do Novembro Azul, campanha de conscientização sobre o câncer de próstata. Precisamos assegurar que todos os homens catarinenses tenham acesso a exames e tratamento para o câncer de próstata de forma oportuna e ágil. Encorajamos os homens a procurarem as unidades de saúde e realizarem os exames, evitando complicações mais sérias”.

De acordo com Mary Anne Taves, gerente técnica do Cepon, o mutirão de urologia tem como propósito minimizar a lista de espera por cirurgias de grande e média complexidade, proporcionando celeridade nos procedimentos menores.

Além do mutirão de cirurgias extras em urologia, a equipe médica do Cepon manteve o atendimento regular, realizando mais de 109 procedimentos em 2023. De acordo com o órgão, de janeiro a outubro deste ano, foram atendidos 302 pacientes com câncer de próstata.

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima que, em Santa Catarina, haverá aproximadamente 1.700 casos de câncer de próstata entre 2023 e 2025. Esta é a neoplasia mais comum e com desfecho menos favorável na população masculina do país. Embora seja mais comum em pessoas com mais de 65 anos, a orientação é iniciar exames periódicos a partir dos 45 anos.

  • AmandaFM_PrimeiroLugar_BANNER_728x90

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixar o App na Google Play Baixar o App na App Store