Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

21 de julho de 2024 Rio do Sul
  • ref_B_Unimed AV_Campanha_Laboratório_ETAPA_03_BANNER-GCD_970x250px

Fiesc alerta para defeitos na pista da BR-470 e prazo de conclusão da obra preocupa

Análise técnica destaca adensamentos no pavimento e longo prazo de conclusão entre Blumenau e Indaial


Por GCD Publicado 08/07/2024 às 17h00
Fiesc alerta para defeitos na pista da BR-470 e prazo de conclusão da obra preocupa
Fiesc alerta para defeitos na pista da BR-470 e prazo de conclusão da obra preocupa – Foto: Ricardo Saporiti

A Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) alerta para defeitos na pista da BR-470, revelando preocupações técnicas e prazos de conclusão. De acordo com uma análise expedita, adensamentos na base do pavimento causam inquietação, apesar das medidas preventivas. A conclusão do trecho entre Blumenau e Indaial pode levar mais de seis anos no ritmo atual.

📲 Receba no WhatsApp notícias da região do Alto Vale

Problemas na qualidade do pavimento

A análise encomendada pela Fiesc destaca dois pontos críticos: defeitos na pista já concluída e o ritmo lento das obras. O engenheiro Ricardo Saporiti, responsável pelo estudo, aponta adensamentos nas bases do pavimento nos lotes 1 e 2, apesar das precauções técnicas adotadas para subleitos de solos moles.

“O trabalho confirma a percepção do usuário quanto à qualidade do serviço entregue, muito aquém do esperado e que não condiz com a importância deste corredor logístico essencial para Santa Catarina”, afirma o presidente da Fiesc, Mario Cesar de Aguiar.

LEIA TAMBÉM

Ritmo lento das obras

O documento, elaborado no início de junho, faz uma análise detalhada da situação das obras de duplicação, restauração da pista existente, além disso, da implantação de ruas laterais e a construção de pontes, viadutos e obras complementares da BR-470. O segmento percorre os municípios de Navegantes, Ilhota, Gaspar, Blumenau e Indaial, em um trecho de 73,2 km, subdividido em quatro lotes.

Conclusão dos trechos

Saporiti destaca que, considerando assim o atual ritmo das obras nos lotes 3 e 4, a conclusão no prazo previsto é inviável. “É muito preocupante. Portanto, nossa estimativa, considerando o andamento atual da obra, especialmente no subtrecho entre Blumenau e Indaial, é de que o lote 4 só será concluído daqui a seis anos e dois meses, o que sinaliza a necessidade de renegociação urgente do contrato”, salienta.

Principais entraves

Portanto, entre os principais entraves ao avanço dos trabalhos nos lotes 3 e 4 estão as desapropriações de imóveis e a realocação da tubulação da SCGás. Saporiti explica assim que o serviço de realocação em aproximadamente 6.000 metros de tubulação de gás natural prejudica o desenvolvimento das obras rodoviárias, especialmente no lote 3.

Estimativas de conclusão

As estimativas para conclusão dos trechos são as seguintes:

  • Lote 1: Junho de 2025
  • Lote 2: Março de 2025
  • Lote 3: Outubro de 2026
  • Lote 4: Junho de 2030
  • AmandaFM_PrimeiroLugar_BANNER_728x90

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixar o App na Google Play Baixar o App na App Store