Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

19 de maio de 2024 Rio do Sul
  • WhatsApp Image 2024-05-07 at 08.18.56

MP irá apurar possível crime em cancelamento do Festival da Diversidade


Por GCD Publicado 12/04/2024 às 06h26
MP irá apurar possível crime em cancelamento do Festival da Diversidade
Foto: Redes Sociais José Thomé

Foi instaurado pela 40ª Promotoria de Justiça da Comarca da Capital a notícia de fato para apurar a prática do crime previsto no artigo 20, §2º, da Lei n. 7.716/1989, cometido, em tese, pelo Prefeito de Rio do Sul, José Eduardo Rothbarth Thomé.

De acordo com a investigação aberta pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), se apura as falas do prefeito em possível censura à II Mostra Itinerante do Festival de Cinema da Diversidade de Santa Catarina. Mostra que aconteceria na Fundação Cultural de Rio do Sul no final de março deste ano. 

A Lei n.º 7.716 define os crimes relacionados a preconceito de raça ou de cor, e devido a uma decisão recente no Supremo Tribunal Federal (STF), o preconceito com relação à orientação sexual.

Consta nos autos, o vídeo publicado na data de 27 de março de 2024, na rede social do prefeito. Onde ele realiza um discurso discriminatório ao anunciar que cancelou o evento artístico LGBTIA+. Na mensagem publicada na rede social, Thomé justifica seu ato no propósito de “preservar os preceitos cristãos e da família”. E de não admitir que o poder público seja um “incentivador desse tipo de prática”. 

Confira o documento do MPSC na íntegra.

Receba as notícias em primeira mão. Entre em nossa comunidade do WhatsApp.

  • WhatsApp Image 2024-05-10 at 17.11.16 (1)

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixar o App na Google Play Baixar o App na App Store