Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

17 de junho de 2024 Rio do Sul
  • ref_B_Unimed AV_Campanha_Laboratório_ETAPA_01_BANNER-GCD_970x250px

GRAC de Rio do Sul altera cota de inundação para 12 metros


Por Cristiane Faustino Publicado 09/10/2023 às 11h05
GRAC de Rio do Sul altera cota de inundação para 12 metros
GRAC de Rio do Sul altera cota de inundação para 12 metros

Em reunião, na manhã desta segunda-feira, 09, o Grupo de Ações Coordenadas (GRAC), de Rio do Sul, decidiu alterar a cota de inundação. Portanto, as pessoas afetadas com alagamentos no nível de 12 metros, precisam manter a atenção e permanecer fora da área de risco. Isso se deve a uma série de fatores envolvendo o comportamento dos rios e barragens da região. Além disso, a previsão do tempo indica chuva com volume considerável entre os dias 11 e 12 de outubro.

A decisão de reduzir a cota de alagamento para 12 metros e a cota de atenção para 13 metros foi do Grupo que contém membros da Defesa Civil, secretarias municipais, órgãos de segurança, entidades e o apoio da Defesa Civil do Estado e de demais departamentos do Estado.

Nesta segunda-feira, apesar do tempo sem chuva, o nível do rio continua subindo alguns centímetros por hora, mas deve se estabilizar nas próximas horas. “Temos cálculos baseados em enchentes passadas, que nos levam a prever qual o nível do rio até quarta-feira, que deve ser de aproximadamente 9 metros. Logicamente, isso se trata de uma estimativa. Com o volume de chuva esperado, a tendência é que o rio volte a subir novamente e isso faz com que tenhamos que manter avisos de cotas em limites adequados, sem prejudicar mais as pessoas”, explicou o prefeito José Thomé.

O diretor da Defesa Civil de Rio do Sul, Renato Abreu, destaca que o morador que teve empresa ou residência afetada precisa avaliar bem a possibilidade de retornar. “Cada rua tem sua cota e sua logística de acesso. Então é necessário avaliar a previsão de chuva e as condições de cada um para o retorno. Orientamos que a cota permaneça em 12 metros por uma questão de segurança e bom senso, nas avaliações da equipe técnica˜, destacou.

  • AmandaFM_PrimeiroLugar_BANNER_728x90

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixar o App na Google Play Baixar o App na App Store