Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

19 de maio de 2024 Rio do Sul
  • WhatsApp Image 2024-05-07 at 08.18.56

Bombeiros alertam para cuidados com cobras peçonhentas


Por GCD Publicado 04/10/2023 às 11h00 Atualizado 05/10/2023 às 11h01
Bombeiros alertam para cuidados com cobras peçonhentas
Foto: Renato Gaiga

Após a captura de duas cobras, uma jararaca e uma dormideira, em Rio do Sul, bombeiros alertam para cuidados com cobras peçonhentas. Entre eles, o uso de calçados adequados durante as trilhas, como por exemplo, botas com o cano mais alto, nunca inserir a mão em locais que não é possível ter visibilidade.

O sargento do Corpo de Bombeiros Militar, Márcio Dirksen, detalha as características das serpentes consideradas peçonhentas e adianta que, na dúvida, as pessoas devem manter distância e entrar em contato com a corporação no 193. “Por exemplo, a cabeça é triangular, afinamento repentino da cauda, a pupila da serpente em fenda, a própria coloração. Isso são alguns indicativos de serpentes peçonhentas. Cobra coral, por exemplo, é uma das mais peçonhentas que nós temos na região. Ela é toda colorida, com vermelho, preto, amarelo e branco”, conta.

De acordo com o sargento na dúvida, todas as serpentes são consideradas peçonhentas, até a pessoa conseguir identificar. “As mais peçonhentas que temos na região é a coral e a jararaca. Uma das características, por exemplo, da jararaca, é que ela se arma para dar o bote quando ela se sente ameaçada. Já a coral, ela tende a fugir quando se sente ameaçada. Em outras regiões, tem cascavel, mas são bem semelhantes à jararaca, com exceção do guizo, que seria um chocalho na ponta da cauda”, relata.

Ao avistar um animal peçonhento no seu habitat natural, segundo o sargento,  deve-se ignorar. “Porém em sua residência, se você manteve esse local limpo, sem ter nenhum tipo de entulho que possa atrair roedores, que também é uma presa desses animais. É necessário chamar o bombeiro, que fazemos a captura desse animal”, finaliza.

  • WhatsApp Image 2024-05-10 at 17.11.16 (1)

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixar o App na Google Play Baixar o App na App Store