Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

21 de julho de 2024 Rio do Sul
  • ref_B_Unimed AV_Campanha_Laboratório_ETAPA_03_BANNER-GCD_970x250px

Quanto sobra da renda de uma partida da Série B do Catarinense de Futebol?

Apesar de uma arrecadação de R$36 mil, o Santa Catarina Clube ficou com apenas R$6 mil após jogo recente contra o Carlos Renaux


Por GCD Publicado 08/07/2024 às 13h32
Quanto sobra da renda de uma partida da Série B do Catarinense de Futebol?
Quanto sobra da renda de uma partida da Série B do Catarinense de Futebol? Foto: Rolf Jr Santa Catarina

Com 1.662 pagantes na partida do Santa Catarina Clube contra o Carlos Renaux, em Rio do Sul, pela Série B Catarinense de Futebol, a renda total arrecadada pelos donos da casa foi de mais de R$36 mil. No entanto, após descontar todas as despesas e custos operacionais, restaram apenas R$6 mil para o Santa Catarina, o clube mandante.

📲 Receba no WhatsApp notícias da região do Alto Vale

Normalmente, no início do segundo tempo de uma partida de futebol, é divulgado o público e a renda. O número, quando anunciado no Estádio de Futebol, surpreende e chama a atenção dos torcedores. Porém, uma série de despesas e custos operacionais são deduzidos desse montante.

LEIA TAMBÉM

Despesas e custos operacionais

Portanto, depois de todas as despesas que envolvem: taxa de arbitragem, INSS, taxa da Federação Catarinense de Futebol, entre outras despesas, apenas R$6 mil sobrou para o Santa Catarina.

WhatsApp-Image-2024-06-30-at-16.16.28-1
Na última partida, o Santa Catarina ficou com apenas R$6 mil dos mais de R$36 mil arrecadados – Foto: Rolf Jr Santa Catarina

O que sobra para o clube

Depois de todas essas deduções, o valor que realmente sobra para o clube mandante é a renda líquida. Assim, no caso da última partida, o Santa Catarina ficou com apenas R$6 mil dos mais de R$36 mil arrecadados.Isso significa que despesas e custos operacionais consumiram cerca de 83% da renda bruta.

Impacto no clube mandante

O cenário evidencia o desafio financeiro enfrentado pelos clubes da Série B do Campeonato Catarinense. Mesmo com boas arrecadações em dias de jogos, a alta carga de despesas limita assim, significativamente os recursos que sobram para investimento em infraestrutura, elenco e outras áreas essenciais para o desenvolvimento do clube.

Prejuízos para clubes com baixo público

Portanto, para os clubes que recebem pouco público, o prejuízo gira em torno de R$18 mil por partida. Ou seja, para a equipe mandante está havendo prejuízos. Sendo assim preferível competir fora do que em casa, não pelo resultado, mas pelo dinheiro que se deixa de desembolsar.

  • AmandaFM_PrimeiroLugar_BANNER_728x90

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixar o App na Google Play Baixar o App na App Store