Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

21 de julho de 2024 Rio do Sul
  • ref_B_Unimed AV_Campanha_Laboratório_ETAPA_03_BANNER-GCD_970x250px

Morre Wanderley Tribeck, primeiro Bozo do Brasil, aos 73 anos

Em uma transmissão nas redes sociais, familiares informaram que ele teve um infarto


Por Giulia Bibow Publicado 19/06/2024 às 14h52
Morre Wanderley Tribeck, primeiro Bozo do Brasil, aos 73 anos
Morre Wanderley Tribeck, primeiro Bozo do Brasil, aos 73 anos – Foto: Reprodução Redes Sociais

Morreu nesta terça-feira, 18 de junho, aos 73 anos, Wanderley Tribeck, o primeiro a interpretar o palhaço Bozo no Brasil. A notícia foi confirmada por familiares através de uma transmissão nas redes sociais, onde informaram que a causa da morte foi um infarto.

📲 Receba no WhatsApp notícias da região do Alto Vale

Na manhã desta terça-feira, 18, Wanderley passou mal e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) o socorreu. O SAMU o levou ao Hospital Municipal Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú, mas ele não resistiu e faleceu por volta das 23h.

Carreira artística

Conhecido artisticamente como Wandeko Pipoca, Tribeck interpretou o palhaço Bozo de 1980 a 1985. Além disso, nas redes sociais, seu filho lamentou a perda, destacando a contribuição de seu pai ao mundo do entretenimento e a saudade que deixa para suas duas netas.

“Hoje é o dia mais triste da minha vida, perdi meu pai, meu melhor amigo, minha referência. Pai obrigado por tudo. Ainda não acredito que você se foi. Falei com o senhor ontem à noite, vai ser duro não poder te ligar mais. A dor é gigante. Meu Deus olhe por mim, pois preciso de força para criar minhas 2 filhas. Adeus papai, te amarei para sempre de todo meu coração”, publicou o filho Wanderley Tribeck Júnior.

Captura-de-tela-2024-06-19-141735
Wanderley Tribeck como palhaço Bozo – Foto: Reprodução

LEIA TAMBÉM

Em 2023, Wanderley Tribeck lançou sua biografia intitulada “Da Morte para a Vida”, onde relatou sua trajetória desde o início na carreira artística, passando assim pelo período em que interpretou Bozo, até sua vida após a televisão.

Atualmente, Wanderley atuava como pastor evangélico e era um integrante ativo da Assembleia de Deus de Criciúma, localizada no Sul de Santa Catarina. Sua dedicação à fé e à comunidade religiosa marcou a fase final de sua vida.

Velório

A família informou que Wanderley será velado na Central de Luto em Camboriú, onde amigos, familiares e admiradores poderão prestar suas últimas homenagens ao artista que marcou gerações com seu talento e carisma.

  • AmandaFM_PrimeiroLugar_BANNER_728x90

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixar o App na Google Play Baixar o App na App Store