Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

26 de fevereiro de 2024 Rio do Sul
  • REF1_Unimed AV_Banner_Portal_GCD_BannerDesk (1)

Uma das cinco comportas da Barragem Sul está inoperante

Defesa Civil do Estado vai antecipar fechamento do sistema da Barragem Sul


Por GCD Publicado 03/10/2023 às 19h51
Defesa Civil do Estado vai antecipar fechamento do sistema da Barragem Sul
Foto: Divulgação

As chuvas intensas devem se estender durante a semana, com alguns períodos de trégua. Ainda assim, a Secretaria de Estado de Proteção e Defesa Civil cogita que o Rio Itajaí-Açu alcance cerca de sete metros.

O coordenador de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil de Santa Catarina, Frederico Rudorff,  comenta ainda que uma das comportas da barragem Sul, em Ituporanga, está sem condições de operação. Com isso, serão adotadas medidas compensatórias para o fechamento do sistema. “Essa comporta em específico, deve se manter aberta. Em Ituporanga a gente tem cinco comportas. Então vamos operar quatro comportas. Inicialmente, com todas as condições de normalidade, geralmente a gente começa a fazer o fechamento das comportas quando o nível do rio, em Rio do Sul, chega em quatro metros e meio. A gente está antecipando para quatro metros o fechamento das barragens, tanto de Taió quanto de Ituporanga. Então isso vai dar uma segurança maior para a gente poder fazer toda a gestão da cheia”, afirma.

De acordo com o coordenador é feita uma análise dos modelos hidrológicos considerando também dois cenários de chuva, um para o modelo americano e outro para o modelo europeu. “A gente está indicando que a gente vai conseguir fazer o controle dessa cheia. Por enquanto estamos trabalhando mais com uma questão de atenção mesmo. Está indicando que a gente vai conseguir fazer o controle dessa cheia e não esperamos que ele passe dos sete metros. Então, ele está beirando em um dos modelos, ele beira ali os seis e meio, mas não chega nos sete metros. Se tiver alguma possibilidade de inundação, seria nas áreas mais ribeirinhas mesmo do Alto Vale. Não vai pegar uma inundação que possa incomodar a população como um todo”, conta.

Obras em andamento

Sobre as obras em andamento o coordenador comenta que estão no processo de contratação da empresa. “Quando tiver as condições meteorológicas para poder fazer a instalação desse stop log, elas vão ser feitas. Tivemos alguns entraves na primeira licitação, depois briga entre empresas. Mas agora essa empresa está em processo de contratação e a gente espera que em breve a gente consiga fazer a instalação desse stop log”, afirma.

Previsão para os próximos dias

O coordenador fala ainda sobre as previsões para os próximos dias. “A chuva se estende no decorrer do dia de quarta-feira e depois ele tem uma melhora a partir da tarde e dá um alívio na quinta-feira. Na sexta-feira retorna uma condição de chuvas. É uma chuva mais volumosa que se estende até o domingo. Então o que a gente tem hoje de preocupação maior principalmente é a questão, por exemplo, de alagamentos. A chuva pode vir de forma intensa e pontualmente. Essa chuva, principalmente agora da madrugada, no início da madrugada, ela pode vir também acompanhada de raios, com possibilidade de queda de granizo, eventualmente também vendavais”, finaliza.

  • AmandaFM_PrimeiroLugar_BANNER_728x90 (1)

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixar o App na Google Play Baixar o App na App Store