Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

18 de abril de 2024 Rio do Sul
  • REF1_Unimed AV_Banner_Portal_GCD_BannerDesk (3) (1)

Secretário de Saúde de Petrolândia tem celular apreendido em investigação


Por GCD Publicado 29/02/2024 às 12h05
Secretário de Saúde de Petrolândia tem celular apreendido em investigação
Foto: Prefeitura de Petrolândia

Celulares e outros objetos são apreendidos em investigação sobre suposto repasse ilegal de medicamentos da prefeitura de Petrolândia para a Fundação Médico Rural de Santa Catarina.

De acordo com o Promotor de Justiça Thiago Madoenho Bernardes da Silva, supostos beneficiários dos remédios foram ouvidos. Ambos relataram à justiça não terem recebido os produtos por parte da prefeitura de Petrolândia. “Essas pessoas foram ouvidas, muitas delas disseram que elas não pegaram esses medicamentos na Prefeitura. E alguém, de maneira irregular e sem o consentimento, teriam preenchido no sistema de informatização do município de Petrolândia, que elas haviam pego essa medicação.  Porém, na realidade essa inserção desse dado foi feita de maneira falsa e sem o consentimento desses cidadãos de Petrolândia”.

Buscas e apreensões

O Promotor explica que a equipe realizou buscas e apreensões nas casas do atual secretário de saúde de Petrolândia e da diretora que estava no cargo, a época, da Fundação Médico Rural de Santa Catarina. “A operação avisou e cumpriu um mandado de busca e apreensão na residência de pessoas ligadas à pasta de saúde da prefeitura de Petrolândia. Portanto, foi feita uma busca e apreensão na residência do atual secretário de saúde de Petrolândia. Assim como da diretora, na época, da Fundação Médico Sócio Rural de Santa Catarina”.

Thiago afirma que a equipe analisará os dados provenientes de celulares, pendrives e outros objetos apreendidos na operação. “Foram apreendidos celulares, alguns outros documentos e anotações. Além disso, também, mídias digitais, pendrives. Para que haja agora a análise desse material que foi apreendido, para que seja vinculado ao restante da investigação que já estava sendo levada a cabo pelo Ministério Público”.

O desenrolar da operação se dará após análise de todos os materiais, e com base nos depoimentos dados pelos investigados ao Ministério Público, podendo resultar em uma possível denúncia. “A extração desses dados e aparelhos que foram apreendidos e também os interrogatórios sendo investigada. Eventualmente, se houver um fecho desses indícios em relação aos investigados, haverá o oferecimento de denúncia”.

Receba as notícias em primeira mão. Entre em nossa comunidade do WhatsApp.

  • AmandaFM_PrimeiroLugar_BANNER_728x90 (1)

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixar o App na Google Play Baixar o App na App Store