Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

17 de junho de 2024 Rio do Sul
  • ref_B_Unimed AV_Campanha_Laboratório_ETAPA_01_BANNER-GCD_970x250px

Lojas de atendimento da Celesc devem voltar a funcionar nesta terça-feira


Por Cristiane Faustino Publicado 16/10/2023 às 10h08
Lojas de atendimento da Celesc devem voltar a funcionar nesta terça-feira
Foto: Divulgação ND

Nesta segunda-feira, 16, a sede da Agência Regional está sendo remontada. Segundo o Gerente Regional da Celesc de Rio do Sul, Manoel Arisoli Pereira, a expectativa é estar com todas as lojas de atendimento funcionando nesta terça-feira, 17. 

Os municípios mais afetados com a falta de energia elétrica neste período de cheias foram Rio do Sul, Laurentino, Rio do Oeste, Lontras e Taió. Devido a deslizamentos de postes e queda de árvores sobre a rede. 

Manoel orienta que ao retornar para casa não se deve em hipótese alguma ligar o disjuntor. O que se deve fazer ao entrar no imóvel é abrir, lavar e secar todas as tomadas, quadros de disjuntores e interruptores. A partir disso, pode ser religado o disjuntor geral, sempre com um calçado de borracha. “Primeira coisa que você tem que fazer é lavar, secar e abrir, todas as tomadas, todos os interruptores, todos os quadros de disjuntores, lava jogando água. Depois disso você seca ou com pano seco ou com papel toalha, isso aí deixa mais ou menos uma hora, aberto ainda pra secar legal. depois disso fecha. Então a partir disso você vai lá e religa o disjuntor geral sempre com um calçado de borracha. Se o disjuntor elétrico não funcionar, então aciona uma equipe da Celesc”, conta.

De acordo com ele muitos problemas começam a aparecer agora quando a água começa a baixar. “Principalmente aqueles disjuntores que ficaram muito mais tempo debaixo da água e por isso precisam ser trocados. A partir da próxima semana, vamos trocar  todos os medidores que precisam ser trocados. Nossa expectativa é trocar cerca de doze mil medidores, então são essas preocupações e o nosso planejamento agora a curto prazo”, enfatiza. Ainda segundo ele, apesar da situação, a Celesc conseguiu ter um controle geral da situação.

  • AmandaFM_PrimeiroLugar_BANNER_728x90

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixar o App na Google Play Baixar o App na App Store