Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

17 de junho de 2024 Rio do Sul
  • ref_B_Unimed AV_Campanha_Laboratório_ETAPA_01_BANNER-GCD_970x250px

Laurentino e Rio do Oeste recebem nova adutora de água tratada

Em 2022, denúncias anônimas indicavam que o abastecimento de água na cidade era insuficiente e que a água do poço estava inadequada para consumo humano


Por GCD Publicado 08/06/2024 às 14h20
imagem de maquina cavando
Laurentino e Rio do Oeste recebem nova adutora de água tratada – Foto: Acervo Casan

Em maio, uma nova adutora de água tratada começou a operar entre os municípios de Laurentino e Rio do Oeste. De acordo com a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), a tubulação tem uma extensão de 10,3 km. A nova estrutura deve beneficiar 120 famílias das comunidades de Ribeirão Café, em Rio do Oeste, e Baixo Amuado, em Laurentino.

📲 Receba no WhatsApp notícias da região do Alto Vale

Detalhes da instalação

A instalação das tubulações da nova adutora de água tratada, em Laurentino e Rio do Oeste, durou cinco meses e envolveu um investimento de R$2 milhões. A nova estrutura não só abastece as comunidades do interior. Mas, também aumenta em 20% o volume de água distribuída para a região, atingindo aproximadamente 15,7 mil pessoas.

LEIA TAMBÉM

Investigação e melhorias

Em 2022, a Promotoria de Justiça da Comarca de Rio do Oeste instaurou um procedimento para investigar a construção de um poço artesiano na Rua Prefeito José Tambosi, em Laurentino, após denúncias anônimas indicarem que o abastecimento de água na cidade era insuficiente. Além disso, que a água do poço estava inadequada para consumo humano devido à presença de ferro e falta de tratamento adequado.

Conforme o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), análises constataram a presença de coliformes fecais e níveis excessivos de fluoreto na água do poço, tornando-a imprópria para consumo.

Acordo para melhorar qualidade da água

Em agosto de 2023, um acordo foi firmado entre o Núcleo Permanente de Incentivo à Autocomposição do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), a Promotoria de Justiça de Rio do Oeste e a Casan. O objetivo era melhorar a qualidade da água em Laurentino. Portanto, parte deste acordo incluía a captação de uma parcela da vazão de água do município de Rio do Oeste. 

  • AmandaFM_PrimeiroLugar_BANNER_728x90

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixar o App na Google Play Baixar o App na App Store