Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

17 de junho de 2024 Rio do Sul
  • ref_B_Unimed AV_Campanha_Laboratório_ETAPA_01_BANNER-GCD_970x250px

Em entrevista Leandro Puchalski fala sobre a previsão de chuvas intensas para o Alto Vale


Por Cristiane Faustino Publicado 03/10/2023 às 19h01
Em entrevista Leandro Puchalski fala sobre a previsão de chuvas intensas para o Alto Vale
Foto: Defesa Civil SC

As previsões de fortes chuvas para os próximos dias ligam o sinal de alerta no estado, de acordo com os boletins meteorológicos divulgados a semana será marcada por temporais e chuva volumosa em diversas regiões de Santa Catarina. 

Em entrevista exclusiva para o Grupo de Comunicação Difusora, o meteorologista Leandro Puchalski, destaca que a maior parte da chuva é esperada para a noite desta terça-feira, 03, e a madrugada de quarta, 04. “Temos um cenário ao longo dessa quarta-feira, principalmente, alguns sistemas meteorológicos, uma configuração desse tipo sempre traz a formação de algumas nuvens mais carregadas, associados a volume de chuva mais elevado. Se nós temos um centro de baixa pressão que se desloca pelo sul do Brasil, temos um suporte de ventos em altitude que dão uma intensificação nessas nuvens e, dentro desse processo, as pancadas de chuva estão previstas. Essa chuva, especialmente, entre a madrugada e o período da manhã de quarta, intercala com alguns períodos de melhoria. Em termos de volume de chuva, é uma condição que varia muito de modelos meteorológico”, conta.

O meteorologista conta ainda que tem indicação de chuva forte na quarta-feira, desde o norte do Rio Grande do Sul, estado de Santa Catarina como um todo e uma parte sul do Paraná. “Então, isso não é só para o Vale do Itajaí, isso para toda essa parte do sul do Brasil. Temos na maior parte desses modelos, indicando algo ao longo da quarta-feira, 50 a 80 milímetros acumulados falando para a região do Vale do Itajaí. Agora, eu só peço para que as pessoas não levem isso ao pé da letra, porque as coisas não funcionam assim. Isso gera uma movimentação do estado, de Santa Catarina, da Defesa Civil, enfim, aqui pra região do Alto Vale”, ressalta.

Situação é de atenção

Leandro explica que a situação é de atenção, que os volumes de chuva são apenas um ponto da informação e que vários outros fatores, como nível das barragens e dos rios no estado devem ser levados em consideração quando se fala em enchente. “Primeira coisa, eu acho que a gente precisa ampliar um pouquinho essa visão da questão de ter ou não enchente. As informações surgindo, principalmente pelas redes sociais, muito baseado vai ter ou não vai ter enchente em termos só de volume de chuva. O volume de chuva é primeira informação e, a partir dali, você tem que ampliar isso. Ver  o nível do rio, dos afluentes , das barragens. Então, tem outras coisas que são fundamentais e que vão determinar”, enfatiza.

Nível do rio e barragens

Segundo ele as barragens fazem o trabalho de contenção e renovação do nível do rio. “Em conversa com a hidrologia da Epagri o nível dos rios estão dentro do que a gente chama de uma normalidade. Até em Rio do Sul, um pouco mais alto, justamente porque tá tendo aí, nesses últimos dias, um esvaziamento da barragem. Então, nesse sentido, as informações, elas são boas, porque o nível das barragens é baixo, ou seja, ainda tem bastante capacidade de absorver”, conta.

Serão dois eventos de chuva forte na região. “Se somar os dois eventos, o de quarta e o do final da semana, pode ter em torno de cem milímetros. Sempre mais perto do evento, você vai tendo uma condição mais assertiva. Então, é uma condição que a gente vai ter que fazer esse monitoramento. Setembro sempre foi de atenção para Santa Catarina, mas esse ano tem esse evento em outubro. É um período que vamos ter muita atenção com as informações meteorológicas”, enfatiza.

Para finalizar meteorologista fala sobre as previsões para o final de semana. “Entre final de sexta e decorrer de sábado, vamos ter uma área ampla, com quantidade de chuva forte, do sul do Paraná ao norte, do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Se for ser muito pontual, devemos ter volumes muito mais elevados entre o litoral sul catarinense e o litoral norte gaúcho do que em outras áreas. Mas, precisa ter atenção, também, na região do Vale do Itajaí, dentro desse período. Apesar da indicação de volumes mais elevados, na divisa dos dois estados”, conta.

  • AmandaFM_PrimeiroLugar_BANNER_728x90

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixar o App na Google Play Baixar o App na App Store