Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

21 de fevereiro de 2024 Rio do Sul
  • ref_a_unimed_AV_banners_INSTITUCIONAL (2)

Amavi solicita programas de auxílio aos municípios atingidos pelas cheias


Por GCD Publicado 23/10/2023 às 06h53
Amavi solicita programas de auxílio aos municípios atingidos pelas cheias
Foto: Redação GCD

A Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (Amavi) encaminhou nesta semana, diversos ofícios para o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Badesc, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Ministério da Agricultura, Casan e Celesc. Neles a associação solicita a prorrogação de financiamentos, novas linhas de crédito e programas para auxiliar os municípios em virtude dos prejuízos causados pelas cheias.

O presidente da Amavi, José Thomé, explica que, desde o evento climático que assolou a região, a Associação vem cobrando dos órgãos responsáveis medidas estratégicas, com apoios e incentivos, para a retomada da economia. “Desde a elaboração dos decretos de situação de emergência e de calamidade pública, a associação tem feito de maneira coletiva a cobrança junto a órgãos. Busca apoios e incentivos às residências e estabelecimentos empresariais atingidos pela cheia”, conta.

De acordo com o presidente são mais de 130 municípios em todo estado atingidos diretamente pelo El Niño. “Auxiliamos de maneira proativa com a nossa equipe de engenharia, administrativamente apoiando os municípios e juridicamente nas tomadas de decisão também. Aguardamos agora os posicionamentos oficiais do Governo Estadual, junto ao Governo Federal, para que a economia possa ser movimentada com a liberação do FGTS”, ressalta.

Por fim, outro auxílio que a Amavi busca, segundo o presidente, é que a Celesc e Casan cobrem a média de consumo dos usuários dos últimos seis meses. Tendo em vista que neste momento vão utilizar mais a energia elétrica e água. “Agora no pós-evento instituições financeiras como o Badesc, o BRDE, a Caixa Econômica possam colocar dinheiro na praça de maneira subsidiada. Além disso, a Amavi busca fazer esse trabalho de maneira proativa e presente em todos os municípios que foram atingidos”, finaliza.

  • AmandaFM_PrimeiroLugar_BANNER_728x90 (1)

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixar o App na Google Play Baixar o App na App Store