Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

14 de julho de 2024 Rio do Sul
  • ref_B_Unimed AV_Campanha_Laboratório_ETAPA_03_BANNER-GCD_970x250px

55 pessoas são atendidas em abrigos de Laurentino


Por Cristiane Faustino Publicado 05/10/2023 às 17h13
55 pessoas são atendidas em abrigos de Laurentino
Foto: Defesa Civil de Laurentino

Com o nível do rio subindo cerca de cinco a sete centímetros por hora, Prefeitura de Laurentino, desde a noite de quarta-feira, 04, disponibilizou dois abrigos para moradores atingidos com as chuvas, com a cota de nove metros de inundação. Já são 55 pessoas são atendidas em abrigos de Laurentino.

O prefeito Marcelo Rocha, conta que uma reunião foi realizada com a Defesa Civil para avaliar a situação do município, já que a previsão é de muita chuva para o fim de semana. “Durante a noite nós tiramos todas as residências que estavam na cota de até 9 metros. Abrimos dois abrigos, um no Salão IL Guarani, ao lado da igreja, na margem esquerda do rio, e outro no ginásio de esportes na margem direita”, conta.

De acordo com ele as equipes foram programadas e voluntários ajudaram. “Colocamos todos os nossos equipamentos à disposição da nossa comunidade. Então, nesse momento nós temos duas comunidades intransitáveis para veículos, que é a Rua Narciso Fachini, a margem esquerda que dá sentido a Rio do Sul, e a Rua Prefeito José Tambosi, que dá sentido a Rio do Oeste. Porém, na noite de ontem já levamos, os equipamentos, barcos, canoas. Já deixamos um responsável para cuidar”, relata.

Cenários das cidades próximas

Segundo o prefeito o primeiro passo ocorreu bem, agora é seguir para os próximos passos. “Nós temos três cenários diferentes aqui, de três cidades muito próximas. Que é Rio do Sul, onde estabilizou e está baixando. Laurentino subindo em torno de cinco a sete centímetros por hora. E Rio do Oeste subindo mais do que isso. Então a gente vai esperar o depoimento da Defesa Civil do Estado. Para daí sim, a gente sentar novamente com a nossa Defesa Civil. É claro que as previsões elas não são boas, para sábado e domingo. Além disso, a nossa água ainda está represad, nós represando aqui, Rio do Oeste represa mais ainda”, conta.

Todas as informações sobre o assunto os munícipes podem encontrar no site da prefeitura. “Vamos ouvir as previsões do tempo, ouvir a Defesa Civil do Estado e Regional. Mas a gestão é do município. Então, fiquem ligados aqui no site da prefeitura, no site da Defesa Civil. Nós temos uma régua que dá a medição em tempo real. Em 2022 nos preocupamos e colocamos uma estação hidrológica. Então, podemos dar a quantidade de chuva que caiu e a régua digital, assim ter todas essas medições em tempo real e de forma muito precisa”, finaliza.

  • AmandaFM_PrimeiroLugar_BANNER_728x90

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixar o App na Google Play Baixar o App na App Store