Especialista critica redução da quarentena de infectados, sugerida pelo Ministério da Saúde

Imagem: web.

O Ministério da Saúde anunciou nesta semana a redução do tempo mínimo de isolamento para pessoas com quadros leves e moderados de covid-19. Assim, o período cairia de 10 para sete dias, caso o paciente não tenha sintomas há pelo menos 24 horas. Neste caso, não há necessidade de teste. O diretor da Dive, João Fuck explica que o estado ainda aguarda orientação com relação a aplicação desta mudança.

O infectologista, Amaury Mielli, afirma que a decisão precisa ser revista considerando que estudos comprovam que 50% das pessoas infectadas seguem transmitindo o vírus entre o 5º e 7º dia de contágio.

 

 

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.