Com veículo envolvido no roubo em Presidente Getúlio, mulher é presa ao tentar mentir para PM que seu carro foi furtado

Na tarde de sábado, uma mulher de 31 anos procurou a Polícia Militar, em Lontras para fazer uma comunicação, de que o seu veículo um GM Corsa de cor branca havia sido furtado. Ao começar a fazer o boletim o policial militar constatou que o veículo informado estava envolvido no roubo que ocorreu na cidade de Presidente Getúlio e foi abandonado no local pelos bandidos. Durante o Boletim de Ocorrência, ao ser questionada, a mulher não soube informar qual horário que havia ocorrido o furto do veículo, e demostrou nervosismo, contradizendo.
Após a contradição foi solicitado apoio no local do Tático, que fez questionamentos e novamente houve troca de informações. Com as perguntas dos policiais, ela disse que foi orientada fazer o registro do furto, e que trouxe em sua bolsa um papel com a placa de identificação do veículo, para despistar a ação da polícia.
Após seu relato, ela foi enquadrada pelo crime de Falsa comunicação de crime. Informou inda que havia entregado seu carro ontem à noite junto com seu companheiro de 32 anos, que mora no condomínio da Barra do Trombudo na cidade de Rio do Sul, para ser feito “um corre”, o veículo e que este possivelmente entregou o veículo para os criminosos fazerem o roubo.
Diante dos fatos e que a feminina informou ser a dona do veículo usado no crime de roubo foi dado voz de prisão e conduziu na condição de flagrância para Delegacia.
A guarnição do Tático foi até a residência mulher e encontrou o marido. Ao ser questionado ele disse que havia sido contatado via mensagens por telefone com outro rapaz, e que este seria um traficante de drogas, e o mentor do crime de roubo da Joalheria na cidade de Presidente Getúlio. Ele também foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil onde o delegado de plantão lavrou o flagrante do casal.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.