Casan se manifesta sobre decisão liminar que determina correção de irregularidades em Rio do Sul

Foto: arquivo Casan.

Após decisão liminar do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, sobre irregularidades cometidas pela Companhia Catarinense de Águas e Saneamento de Rio do Sul, a empresa se manifestou neste início de semana. O processo do Ministério Público inclui depósito irregular de lodo da Estação de tratamento de água no rio, redes de distribuição de água de amianto e falta de licença ambiental na ETA do bairro Laranjeiras. O superintendente da Casan na Região Norte-Vale do Itajaí Rangel Barbosa explica que o jurídico analisa o processo e discorre sobre os pontos questionados.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.