Depois de quatro meses, Alto Vale volta ao nível grave na matriz de risco do Estado

Depois de mais de quatro meses a a Matriz de Risco Potencial para a Covid-19 divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), classificou o Alto Vale como situação grave para o coronavírus, neste sábado.

O mapa desta semana aponta nove regiões em estado grave (cor laranja) e outras sete em nível gravíssimo (cor vermelha). Na semana passada, os dados mostravam oito regiões em cada nível.

O que muda a partir de agora, com a nova classificação é, principalmente a ocupação dos espaços, academias de Ginástica, Musculação, Crossfit, Funcionais, Estúdios de danças, Escolas de Natação, Hidroginástica, Hidroterapia e Academias de lutas podem atender com 50% da capacidade de acordo com a Portaria SES nº 713 de 18/09/2020.

Além disso, Bares, restaurantes, lanchonetes, pizzarias, cafeterias, confeitarias, padarias, casas de chá e demais serviços de alimentação podem diminuir a distância entre as mesas e continuar com apresentação de músicas com dois integrantes. No setor de entretenimento, as casas noturnas, boates, pubs e casas de shows também podem aumentar a capacidade com até 150 clientes.

De acordo com o regramento do estado, com a nova matriz, cinemas e teatros também podem ampliar a capacidade de atendimento para 50%. Eventos como: Congressos, Palestras, Seminários e reuniões de qualquer natureza, no nível grave são permitidos das 6h às 23h, com até 200 pessoas em no mín. 440m², conforme Portaria SES Nº 454 de 30/04/2021. Eventos como: Feiras, Exposições e leilões são permitidos com 50% da capacidade.

Outros eventos como Eventos sociais: casamentos, aniversários, jantares, confraternizações, bodas, formaturas, batizados e festas infantis são permitidas das 6h às 23h, até 80 pessoas em no mín. 160m², música com 2 integrantes. Já as corridas de rua podem reunir até 300 perticipantes, pela nova condição que o Alto Vale passou a ser classificada.

Outra mudança é relacionada ao funcionamento das igrejas e templos religiosos, permitido com 50% da capacidade condicionado ao cumprimento das regras. Na matriz laranja, a partir de agora o transporte público pode funcionar com 100% da capacidade.

Todas as regras estão em portarias específicas do governo do Estado, assim como o novo decreto que continua tornando obrigatório o uso de máscara e do distanciamento em estabelecimentos.

As regiões que apresentaram melhora, comparadas com a semana passada, foram as do Alto Vale do Itajaí e Extremo Sul Catarinense, que agora deixam o nível gravíssimo para o grave. As regiões do Alto Uruguai Catarinense, Planalto Norte e Serra Catarinense mantiveram a tendência da semana passada e continuam na cor laranja. As regiões que estão no maior nível de risco são Xanxerê, Laguna, Médio Vale do Itajaí, Alto Vale do Rio do Peixe, Carbonífera, Foz do Rio Itajaí e Nordeste.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.