Corte de 50% nos recursos da União para rodovias federais em SC repercute entre entidades e Alesc

Após a BR-470 perder R$ 56 milhões, com vetos do presidente Jair Bolsonaro, entidades da região discutem os próximos passos e a viabilidade de recursos. O diretor da Acirs, Eduardo Schroeder, explica que a câmara técnica do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Rio do Sul  vai discutir o assunto, principalmente sobre a manutenção dos principais trechos da rodovia. Ele também salienta que o grupo já esperava pelo corte de recursos do governo.

Imagem: web.

Acompanhe mais informações na reportagem de Patrícia Gomes.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.