Secretaria de Estado da Saúde  aponta que houve melhoria de classificação em quatro das 16 regiões avaliadas

Imagem: web.

A Matriz de Risco Potencial divulgada no fim de semana pela Secretaria de Estado da Saúde aponta que houve melhoria de classificação em quatro das 16 regiões avaliadas. Grande Florianópolis, Laguna, Médio Vale do Itajaí e Oeste foram reclassificadas para o nível grave (cor laranja).

O Alto Vale segue na condição gravíssima para contaminação por coronavírus. Os piores indicadores são para o monitoramento e a capacidade de atenção. A região apresentou melhoras nos índices: evento sentinela e transmissibilidade. A última matriz, divulgada no dia 17, apontava todas as regiões com risco gravíssimo (cor vermelha). Apesar da melhoria na classificação, o índice de capacidade de atenção, que mede a ocupação de leitos de UTI, segue em níveis de alerta máximo em todas as 16 regiões.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.