Monitoramento da DIVE aponta infestação do mosquito aedes, em Rio do Sul

Imagem: web.

Com monitoramento da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE) e a localização de 64 focos do mosquito Aedes aegypti, em Rio do Sul, com maiores quantitativos nos bairros Budag e Fundo Canoas, Rio do Sul passa a ser considerada infestada. O supervisor regional de saúde, Jerriane Oliveira Gomes, destaca que outras localidades também preocupam.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.