Pedagoga de Rio do Sul é a sexta vítima que morre por covid na região nas últimas horas

Imagem: arquivo pessoal.

A vítima é Simone Cáceres Albino, de 55 anos. Ela estava internada no Hospital Regional Alto Vale. Simone era servidora da Secretaria de Educação há 14 anos e atualmente trabalhava como pedagoga do Centro Educacional Sebastião Back. Pelo ocorrido, será decretado luto oficial de três dias no município.

Além da servidora, outras cinco mortes provocadas pela contaminação por coronavírus foram registradas nas últimas horas na região. Na madrugada de ontem, um homem, de 62 anos, que residia em Agrolândia, não resistiu às complicações da doença. Ele estava internado na UTI COVID do Hospital Bom Jesus desde o dia 25 de março. Faleceram ainda um homem, de 81 anos, domiciliado em Laurentino; uma mulher, de 74 anos, que morava em Presidente Getúlio; uma mulher, de 78 anos, de Rio do Sul e um homem, de 52 anos, de Trombudo Central.

O total de mortes em decorrência da infecção respiratória, no Alto Vale, subiu para 310. Entre as cidades que compõem a Amavi, dos 26.872 positivados, 25.431 são considerados recuperados. Com 1.131 pacientes com contaminação ativa, 101 pessoas seguem hospitalizadas pelo agravamento das condições de saúde. Há ainda 403 casos suspeitos que aguardam resultados de exames.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.