Região da cebola registra mais três mortes por Covid-19

Imagem: GCD.

Entre as vítimas está uma mulher, de 70 anos, que residia em Ituporanga. Ela estava internada no pronto socorro do Hospital Bom Jesus desde o dia 18 de março e aguardava vaga em UTI. O óbito ocorreu na noite de quarta-feira, mas, somente no boletim de ontem foi informado pela instituição. Houve ainda, na madrugada de quinta, o falecimento de uma mulher, de 66 anos, domiciliada em Petrolândia. Ela estava positivada, deu entrada no hospital, mas não resistiu.

E, na manhã de ontem, foi registrada ainda a morte de uma mulher, de 78 anos, que também morava em Petrolândia. Ela passou por leito clínico, na ala respiratória, no dia 18 foi transferida para o pronto socorro onde foi intubada e aguardava leito de UTI. O Alto Vale do Itajaí totaliza, agora, 265 óbitos provocados pela doença. Em 24 horas, nas cidades que compõem a Amavi, foram confirmadas 245 novas contaminações por coronavírus. Há 1.444 pacientes com contaminação ativa e 106 pessoas internadas por causa da infecção respiratória. 22.377 moradores da região receberam, pelo menos, a primeira dose do imunizante contra o coronavírus.

Um ano depois de registrar a primeira morte por Covid-19, Santa Catarina chegou a 10 mil óbitos por complicações da doença. 334 pacientes esperam por vaga em UTI Covid. Segundo documento da Secretaria de Estado da Saúde enviado ao Ministério Público de Santa Catarina, entre janeiro e o início desta semana, ao menos 233 pessoas morreram enquanto aguardavam por leito especializado.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.