Zoológico de Salete é condenado a pagar indenização R$ 500 mil, por maus tratos a animais

Imagem/ dados: web.

A Advocacia-Geral da União), representando o Ibama, obteve a condenação do Cattoni-Tur, zoológico em Salete, e de seus responsáveis, ao pagamento de uma indenização no valor de cerca de R$ 500 mil, por maus tratos aos animais.

A indenização deve ser repassada ao Ibama no estado para a aplicação em projetos ambientais de preservação da fauna regional. O zoológico localizado foi interditado em dezembro de 2011 depois da fuga de uma elefanta asiática, que saiu do local após ter empurrado o cercamento elétrico, conforme relatório do Ibama.


Depois do episódio, os técnicos da autarquia ambiental fizeram uma vistoria no local e perceberam que os animais não eram alimentados adequadamente, não havia higienização ou fornecimento de água suficiente e alguns não recebiam tratamento para as doenças que possuíam.


Além disso, pelo livro de registros do zoológico na época, no local deveria haver 700 animais. Entretanto, o Ibama constatou a existência de apenas 124. Isso significaria uma taxa de mortalidade superior a 75%. As mortes relatadas aos fiscais foram causadas por desnutrição, hipotermia e ataques de roedores. Além da elefanta, dois pumas fugiram – um deles morreu.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.