Operação apreende 15 aves mantidas ilegalmente e com sinais de maus-tratos em Taió

Imagem: PM.

A Delegacia de Polícia da Comarca de Taió deflagrou, ontem a operação policial “cativeiro”, para coibir o comércio ilícito de animais silvestres. A ação contou com o apoio do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina. Foi dado cumprimento a um mandado de busca e apreensão na casa do investigado, em Taió, onde foram localizadas e apreendidas 15 aves.

O suspeito irá responder pela manutenção dos pássaros em cativeiro em desacordo com a autorização e também por maus-tratos, na medida em que alguns dos animais eram mantidos em espaço confinado e sem condições mínimas de higiene. As aves foram encaminhadas ao Instituto do Meio Ambiente para a adoção das providências cabíveis, como a reinserção no habitat natural, entrega à jardim zoológico ou à entidade assemelhada.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.