MPSC obtém liminar para proibir “Bailinho do Retorno” em Presidente Getúlio

Imagem: web.

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) obteve medida liminar para impedir a realização de um evento no Município de Presidente Getúlio, atualmente em região de risco potencial grave para a pandemia de covid-19. O “Bailinho do Retorno”, seria realizado no sábado (9/1), no Clube dos Caminhoneiros, com a presença de seis DJs.

A liminar foi requerida pela Promotoria de Justiça da Comarca de Presidente Getúlio após tomar conhecimento, por meio de mensagem eletrônica, da ampla divulgação do evento pelos organizadores nas redes sociais, o que estava causando indignação não só da população local, mas de pessoas de toda a parte do país.

Segundo a Promotoria de Justiça, a realização do evento resultaria no descumprimento de duas portarias editadas pela Secretaria de Estado da Saúde, uma que proíbe a realização de eventos sociais com a cobrança de ingresso, e outra que limita o funcionamento de bares, boates e casas de shows a 20% da capacidade do público em regiões de risco grave – e ainda assim com uma série de exigências sanitárias a fim de garantir o distanciamento social.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.