Infectologista diz que não há evidência de que coronavírus tenha sofrido mutação

Imagem: web.

Com quase duas mil pessoas com o vírus ativo no Alto Vale, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina não acredita que estamos vivendo uma segunda onda de contaminação do coronavírus. Além disso, não há evidência de que coronavírus tenha sofrido mutação e esteja mais forte.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.