Alto Vale atinge marca de 80 óbitos por complicações da Covid-19

Imagem:  GCD.

A Secretaria de Saúde de Vidal Ramos divulgou o registro de mais duas mortes por complicações da Covid-19. O óbito mais recente é de uma mulher de 69 anos. O outro,  um homem de 79 anos, ocorreu há dois meses, mas, só foi incluído nos registros da cidade agora. É que ele dividia a vida entre Vidal Ramos e Curitiba. A morte foi, inicialmente contabilizada no município paranaense, mas, por recomendação da Gerência de Saúde, incluído na contagem de Vidal Ramos. Outra morte por coronavírus também foi divulgada pelo Hospital Regional.

O paciente, um homem de 65 anos, tinha comorbidade e estava internado desde o dia 9 de novembro. Nesta manhã, o Alto Vale voltou a registrar mais de mil pacientes com o vírus ativo. Das 1152 pessoas que podem transmitir a doença, 384 são de Rio do Sul, 121 de Pouso Redondo, 92 de Trombudo Central e 76 de Taió. É o terceiro dia consecutivo que a quantidade de pacientes ativos ultrapassa o maior volume registrado desde o início da pandemia. 27 pessoas que residem na região estão internadas pelo agravamento do quadro de saúde.

A taxa de ocupação de leitos de UTI da rede pública de Santa Catarina continua em 81%. A matriz de risco para contaminação por coronavírus, divulgada pelo governo do estado, aponta 13 regiões, incluindo o Alto Vale, na condição gravíssima, cor vermelha. E, outras 3 com nível grave, na cor laranja.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.