Apoio pedagógico para alunos da rede estadual de ensino depende de melhora na classificação de risco para contaminação por coronavírus

Imagem: web.

Com a anulação das portarias que possibilitavam o retorno das atividades presenciais em regiões classificadas como grave para Covid-19 e que liberavam unidades privadas, independentemente da condição do risco, estudantes da rede estadual também só podem retomar o atendimento de reforço escolar nas áreas com risco de contaminação alto ou moderado. O supervisor da Gerência Regional de Educação de Rio do Sul, Ernani José Schneider, explica que os alunos que não fizerem as devolutivas vão perder o ano letivo.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.