Justiça Eleitoral de Rio do Sul recebe segunda denúncia de enquete eleitoral

A divulgação de uma segunda enquete de intenção de votos, publicada em site, foi denunciada na Justiça Eleitoral de Rio do Sul neste sábado. De acordo com o promotor, Adalberto Exterkötter, o juiz já está tomando as medidas para tirar o conteúdo do ar.

Esta é a segunda vez que uma pesquisa online vai parar nas mãos das autoridades. A primeira foi excluída do ambiente virtual. Além disso, de acordo com o promotor, uma página foi denunciada por divulgar informações de um processo que tramita em segredo de justiça, mas estava hospedada em nome de um contato estrangeiro.

Com base em resolução do Tribunal Superior Eleitoral, desde 1º de janeiro de 2020, as entidades e as empresas que realizarem pesquisas de opinião pública sobre as eleições ou os candidatos são obrigadas a registrar cada pesquisa no Sistema de Registro de Pesquisas Eleitorais (PesqEle) até cinco dias antes da divulgação do levantamento.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.