Hospital Regional pode perder leitos de UTI para Covid-19, se Ministério da Saúde não renovar contrato

Foto: divulgação/HRAV.

A Federação dos Hospitais de Santa Catarina (FEHOESC) tem cobrado do Governo do Estado a manutenção de recursos para leitos de UTI exclusivos para atendimento de pacientes contaminados com o coronavírus. Segundo o presidente da entidade Giovani Nascimento recentemente o secretário de Saúde André Motta Ribeiro esteve no Ministério da Saúde para tentar resolver a situação. Ele lembra que o contrato do Hospital Regional, de Rio do Sul, vence no dia 31 deste mês e que, depois disso, a entidade mantenedora não terá como bancar a estrutura.

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, esteve em audiência com o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello para reforçar a proposta de manutenção das habilitações dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) usados no tratamento de Covid-19 no estado. Na oportunidade, ele recebeu a informação de que há, por parte do Governo Federal, o interesse em manter todos os leitos de UTI Covid no estado.Além disso, dos leitos de terapia intensiva solicitados pelo estado de Santa Catarina, 124 serão habilitados nos próximos dias. O valor representará um investimento de R$ 17,8 milhões nas unidades hospitalares catarinenses.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.