Matriz de risco para o coronavírus, do governo de SC, ganha novos critérios

Imagem: web.

Com a atualização da ferramenta, as regiões passam a ser analisadas de forma mais analítica, considerando, agora, quatro dimensões: evento sentinela, transmissibilidade, monitoramento e capacidade de atenção. Segundo a superintendente de Vigilância em Saúde, Raquel Ribeiro Bittencourt, o intuito é refletir um retrato mais coerente com o atual momento do contágio. A atualização divulgada nesta manhã mantém o Alto Vale em cor laranja, no mapa, que indica risco grave para coronavírus.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.