Amavi contesta decisão do Coes que mantém região no nível gravíssimo

Os prefeitos da Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí contestam a decisão do governo do Estado que manteve a região pela quinta semana seguida na matriz gravíssimo. De acordo com o secretário executivo da Amavi, Paulo Roberto Tschumi, o principal argumento é o número de leitos da região. Na próxima semana, os prefeitos devem discutir as medidas para evitar medidas mais restritivas por parte do Estado.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.