Rio do Sul terá que regularizar atuação de catadores de materiais recicláveis

Rio do Sul assinou um termo de ajustamento de conduta (TAC) proposto pelo Ministério Público de Santa Catarina e se comprometeu a regularizar a atuação dos catadores de materiais recicláveis. O TAC foi proposto pela 4ª Promotoria de Justiça da Comarca de Rio do Sul a partir de inquérito civil que, entre outros objetivos, pretendia apurar a existência do Plano Municipal de Gerenciamento de Resíduos Sólidos e a possível coleta de materiais recicláveis de forma irregular, gerando poluição, como explica o Promotor de Justiça Adalberto Exterkötter.

O engenheiro sanitarista da prefeitura de Rio do Sul, Emerson Souza, explica que após o apontamento das irregularidades, o município já fez alguns ajustes. O prazo para regularização é de seis meses.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.