Acafe esclarece não ter relação com dados de alunos utilizados para solicitar auxílio emergencial

Alunos de instituições superior de ensino foram surpreendidos com o nome na lista de beneficiários do auxílio emergencial do governo federal, mesmo não tendo solicitado a ajuda. A suspeita é que estelionatários utilizaram os dados, sem autorização das pessoas. Um dos índices envolvia o nome da Associação Catarinense das Fundações Educacionais, a Acafe. O presidente, Paulo Ivo Koehntopp, explica que a instituição mantém todas as formas de segurança em seu banco de dados e não tem relação com este crime. Koehntopp reforça a importância de se identificar quem utilizou os dados de forma indevida.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.