Santa Catarina tem 109 mortes por coronavírus e 6, 8 mil casos confirmados

Santa Catarina registra 109 mortes e 6.875 casos confirmados de coronavírus, segundo balanço divulgado pelo governo estadual. Em relação ao dia anterior, há quatro óbitos a mais e 179 novos pacientes infectados. Do total de pessoas que contraíram a doença no estado, 59.25% dos pacientes já se recuperaram. O índice de isolamento subiu para 50,7% no fim de semana. Internado em leitos de UTI há 130 pacientes entre confirmados e suspeitos de infecção por coronavírus. Destes, 60 fazem uso de respiradores. A taxa total de leitos ocupados no estado, dos subsidiados pelo Sistema Único de Saúde é de 61,65%. Dentro dessa porcentagem, 19,09% é de pacientes de Covid-19.

No Alto Vale, de acordo com a tabela colaborativa atualizada por assessores de imprensa, Secretarias de Saúde e AMAVI, há 115 casos confirmados, 45 suspeitos, 41 recuperados e 5 mortes provocadas pela Covid-19. Na região, 16 dos 28 municípios apresentam pelo menos um paciente com contaminação. Agrolândia teve a primeira confirmação da doença. O paciente tem 32 anos, não teve sintomas, mas, teve contato com doente em outro município. O homem permanece em isolamento domiciliar. Lontras também contabilizou o primeiro caso. O paciente, de 37 anos, sem comorbidades, procurou a Secretaria Municipal de Saúde com febre, dores no corpo, perda de olfato e paladar. Ele está em tratamento domiciliar.


Em Rio do Sul, cidade com maior número de registros, 65 já testaram positivo para coronavírus. Foram sete novos positivados nas últimas horas.  De acordo com o “Mapa de calor por bairros”, ferramenta disponibilizada pela Defesa Civil de Rio do Sul,os bairros com maior incidência são Barra do Trombudo, que ontem tinha 20 contaminados e agora tem 22, o Pamplona, que se mantém com 14 registros e o bairro Barragem que tinha oito casos e, agora, aparece no mapa com 11 doentes. O bairro Canoas tem sete casos, também registrou aumento de um doente, Fundo Canoas e Jardim América, seguem com três contaminados cada, o centro, que tinha um caso, agora tem dois, e os bairros Albertina, Boa Vista, Sumaré seguem com um caso.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.