Após conclusão das investigações pelo Ministério público, avô de Ana Beatriz fala sobre os quatro anos de angústia e incertezas

O avô de Ana Beatriz, a menina de 12 anos que foi morta e supostamente estuprada em 2016, em Rio do Sul, conversou com o Grupo de Comunicação Difusora após as investigações do Ministério Público. A ação penal, que requer júri popular, foi recebida pelo Juiz titular da Vara Criminal da Comarca de Rio do Sul. Agora, inicia a instrução criminal.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.