Alesc institui CPI dos Respiradores: primeiras deliberações ocorrem na quinta-feira

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) instituiu nesta terça-feira (5) a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai investigar a compra de 200 respiradores com pagamento antecipado de R$ 33 milhões pelo governo do Estado de SC. Na primeira reunião, presidida pelo membro mais velho, o deputado Moacir Sopelsa (MDB), os nove deputados escolhidos pelos partidos para integrarem a CPI escolheram o parlamentar Sargento Lima (PSL) como presidente e o deputado Ivan Naatz (PL), autor do requerimento de abertura da comissão, como relator. Segundo o relator, o principal objetivo é identificar os responsáveis pela transação. As primeiras deliberações da CPI devem ocorrer em uma reunião na quinta (7). A CPI foi oficializada pelo Ato da Mesa 11/2020, no qual foram indicados os nove deputados integram a comissão: Moacir Sopelsa (MDB), Valdir Cobalchini (MDB), Felipe Estevão (PSL), Sargento Lima (PSL), João Amin (PP), Milton Hobus (PSD), Marcos Vieira (PSDB), Fabiano da Luz (PT) e Ivan Naatz (PL).

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.