Após o anúncio dos testes com hidroxicloroquina, produto fica escasso nas farmácias

Na falta de uma vacina e de antivirais específicos para tratar o coronavírus, pesquisadores em todo o mundo têm investigado drogas já existentes para atuar contra a COVID-19. Uma das candidatas é a hidroxicloroquina. O remédio é usado para combater malária, lúpus e outras doenças importantes. Após o anúncio dos testes com o produto, ele ficou escasso nas farmácias. A farmacêutica, Fernanda Kuhl Muller, orienta os pacientes que precisam do medicamento, que ele pode ser manipulado. Desta forma o tratamento não será prejudicado.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.