Governo de SC volta a dizer que monitora os impactos das reaberturas dos setores econômicos no sistema hospitalar

Em pronunciamento, o governo de Santa Catarina voltou a dizer que monitora os impactos das reaberturas dos setores econômicos no sistema hospitalar do estado. O governador Carlos Moisés (PSL) afirmou que medidas mais restritivas podem ser adotadas caso a Covid-19, causada pelo coronavírus, avance muito rapidamente em relação a capacidade da estrutura da rede de saúde. Santa Catarina tem 1.115 casos confirmados da doença, com 39 mortes. No boletim de terça, eram 1.091 casos, com 35 óbitos. A taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva, em Santa Catarina, é de 16,27%. 102 pacientes estão em UTI, sendo 62 na rede pública e os demais em hospitais particulares. Em relação a casos de aglomerações nos setores autorizados a funcionar, o governador afirmou que “a participação do indivíduo é fundamental”. Ele reforçou ainda que é preciso suspender as atividades em que houver exageros”.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.