Ministério Público de Santa Catarina e Procon pedem mais transparências às escolas privada

Com atividades presenciais em escolas previstas até o dia 31 de maio, um trabalho conjunto entre o Ministério Público de Santa Catarina e o Procon pedem mais transparências às escolas privadas, em relação aos custos operacionais.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.