SC perde 165 mil empregos na indústria com crise do coronavírus, mostra pesquisa da FIESC

Uma pesquisa revelada na tarde de ontem pelo Observatório da Federação das Indústrias (FIESC) revelou que , durante a crise do Coronavírus, Santa Catarina perdeu 165 mil empregos na indústria. Esse número representa uma redução de 21% na quantidade de trabalhadores formais no setor, que fechou 2019 com 786 mil empregados e agora está com 621 mil. A análise, que mede os impactos após o início do período de isolamento, mostra ainda que, no estado, houve retração de R$ 3,4 bilhões na produção industrial, diminuição de R$ 3,1 bilhões nas vendas no mercado interno e redução de R$ 327 milhões nas exportações industriais. O presidente da entidade Mário Aguiar dá os detalhes. A amostra da pesquisa é formada por 740 empresas respondentes, das quais 8,1% são grandes, 37,6% médias e 54,3% pequenas, de 129 municípios catarinenses.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.