protestos em Rio do Sul pede a reabertura do comércio

Ajoelhadas em frente a prefeitura, as pessoas cobravam medidas do governo para a volta ao trabalho no setor. Além disso, na BR-470, os manifestantes também pediam a retomada das atividades. Durante o pronunciamento, o governador deixou claro que não há consenso na própria categoria sobre as medidas de isolamento.

Após a manifestação do governador, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Rio do Sul, CDL, se manifestou através de nota relatando que mesmo não estando de acordo com o decreto emitido pelo governo prorroga a suspensão das atividades por mais cinco dias. A entidade frisou que tem trabalhado intensamente na tentativa de flexibilizar a abertura para todos os setores, inclusive dos pequenos estabelecimentos, para preservar a economia local.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.