Moradores de Ibirama são orientados a se vacinarem contra febre amarela

Após um macaco da espécie bugio ser encontrado morto em uma área de mata, próximo a localidade Ribeirão Taquaras, em Ibirama, os moradores das proximidades são orientados a se vacinarem contra febre amarela. O diretor do departamento de vigilância em saúde, Rafael Reinicke, reforça que já houve confirmação de casos da doença em municípios do médio vale. Até o momento, em Santa Catarina, já foram registradas duas mortes por febre amarela. A primeira vítima morreu no dia 2 de março. O homem de 42 anos, de Balneário Camboriú, não havia se imunizado contra a doença. O segundo óbito ocorreu no dia 31 do mesmo mês. O morador de Indaial, de 57 anos, também não tomado a vacina.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.