MP propõe acordo e construtores devem pagar R$ 600 mil de multa ambiental por residencial, em Rio do Sul

Estava sendo discutida na justiça a construção do Residencial Madri, no acesso ao bairro Fundo Canoas, em Rio do Sul. A suspeita é que o empreendimento fique sobre um curso d’água, dessa forma a legislação ambiental não permite a edificação. Após a determinação da paralisação da obra, o Ministério Público, a construtora responsável e o município de Rio do Sul selaram um acordo para a compensação pelo dano. O promotor de justiça, Adalberto Exterkötter, explica que com a medida, o empreendimento poderá ser entregue aos compradores. Foi aplicada ainda uma multa de R$ 600 mil que deve ser revertida em ações para proteção do meio ambiente.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.