Amândio João da Silva Junior pede exoneração do cargo de secretário-adjunto de estado

O empresário de Rio do Sul, Amândio João da Silva Junior, pediu exoneração do cargo de secretário-adjunto de estado. Ele atuava desde o início do governo de Carlos Moisés na pasta de Desenvolvimento Econômico.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.