TRE marca novas eleições para Laurentino

Durante a última sessão do ano no Tribunal Regional Eleitoral os seis juízes do órgão, assim como o procurador, assinaram a resolução que estabelece para o  dia 8 de março a data das novas eleições para a cidade de Laurentino.

O documento considera que mesmo com os embargos de declaração propostos pelo prefeito cassado, Gilberto Marchi  e o vice-prefeito, Vitor Nardelli, o pleno deve agendar o período eleitoral e a data da escolha do novo prefeito da cidade. Pelo documento, a partir de segunda-feira, dia 16 de dezembro, o prefeito em exercício Ademir Caetano não pode nomear, contratar ou exonerar servidores da prefeitura. Ainda os agentes públicos cujos cargos estejam em disputa na eleição não podem  autorizar publicidade institucional dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos municipais.

Ainda é proibido realizar inaugurações, contratação de shows artísticos pagos com recursos públicos, assim como comparecer a inaugurações de obras públicas. Os candidatos podem registrar suas candidaturas até o dia primeiro de fevereiro. Ainda de acordo com a resolução, a diplomação dos eleitos deve ocorrer até o dia 26 de março. A cassação de Gilberto Marchi ocorreu no dia 11 de outubro. Além da cassação, o TRE-SC determinou a inelegibilidade por oito anos dos dois políticos. Até a posse no novo prefeito de Laurentino, Ademir Caetano, presidente da Câmara de Vereadores deve continuar no cargo.

 

Click here to change this text

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.